sexta-feira, 29 de julho de 2011

Toesa expõe importância da Vitamina D para a saúde

A vitamina D tem importância relevante para a manutenção da saúde e a prevenção de doenças. É um dos nutrientes que ajuda a aumentar a força dos ossos e, consequentemente, prevenir fraturas; ela participa do metabolismo do cálcio. A luz solar é a principal fonte de absorção da vitamina D, mas é preciso tomar cuidado com os raios ultravioletas

Os especialistas da Toesa indicam alimentos que são fontes de vitamina D:

- Peixes de água salgada: sardinha, salmão
- Ovos
- Leite
- Manteiga
- Feijão 

Dentre os benefícios para a saúde, os especialistas da Toesa enumeram que a ingestão de vitamina D

- Previne contra complicações cardiovasculares
- Melhora o desempenho esportivo de atletas
- Contribui para a formação óssea

A carência de vitamina D está associada a problemas nos ossos, músculos e dentes, mas podem acarretar problemas cardíacos futuros. Fique atento. Não ignore os raios rolares, tomar sol de forma moderada é bom para a saúde. Consuma alimentos ricos em vitamina D. Prevenir é viver mais.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Toesa indica benefícios da água

Beber água não serve apenas para matar a sede. É um hábito extremamente benéfico à saúde, eficaz na prevenção de doenças e para manter a beleza da pele. Ela, também, é responsável pelo transporte de nutrientes para o nosso organismo, e pela eliminação de toxinas, que, após o acúmulo no organismo, são despejadas pela urina. 

 
Os especialistas da Toesa enumeram outros benefícios da água:

- Controle da temperatura do corpo
- Aumento da concentração
- Funciona como energia para a construção muscular
- Ajuda a emagrecer
- Ajuda no combate à acne, estria e celulite
- Previne o cálculo renal
- Diminui a ressaca

Um adulto, durante o dia, perde por volta de 2 litros de água. Isso ocorre por causa do suor, respiração, urina e transporte de nutrientes; logo, recomenda-se que sejam consumidas a mesma quantidade de água para a reposição necessária ao bom funcionamento do organismo. A quantidade de água perdida, no entanto, depende de outros fatores, como peso, altura e atividades cotidianas. O consumo do líquido por um praticante de atividades físicas como corrida, musculação e artes marciais deve ser maior, pois a eliminação do suor e o gasto de nutrientes nesses exercícios são grandes. 

A água é encontrada em praticamente todos os alimentos. Nas frutas e vegetais a quantidade é ainda maior. A melancia, por exemplo, tem 91% de água. Portanto, fique atento. Para hidratar, repor os nutrientes perdidos na correria do dia a dia, e prevenir doenças, consuma alimentos ricos em água. E não se esqueça: crie o hábito de consumir o líquido em vários momentos do dia, não apenas quando estiver com sede.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Toesa aponta fatores de risco da osteoporose

A osteoporose é uma doença que provoca a diminuição da massa óssea. Os ossos ficam tão frágeis a ponto de fraturas serem recorrentes em atividades do cotidiano, como caminhar na rua, levantar da cama ou fazer movimentos para pegar algum objeto no chão. As maiores vítimas da doença são mulheres que passaram da menopausa. Nesse período, a produção do hormônio feminino estrogênio diminui, o que tem como consequência a perda da massa óssea e do cálcio. Desta forma, os ossos ficam esponjados e mais frágeis.

Os sintomas da osteoporose não são sentidos na fase inicial da doença, mas em fases mais avançadas. Além das fraturas, o mal ocasiona diminuição na altura, ossos doloridos e problemas na postura (corcunda).

Embora as causas da doença ainda não estejam totalmente esclarecidas, os especialistas da Toesa enumeram alguns fatores de risco para a osteoporose:

- Histórico familiar
- Sedentarismo
- Faixa etária avançada
- Exagero em bebidas alcóolicas
- Cigarro
- Pouca exposição ao sol
- Alta ingestão de proteína
- Alta ingestão de cafeína

Alguns desses fatores de risco oferecem perigo maior quando associados a outros fatores. O consumo excessivo de café, combinado ao abuso na quantidade de álcool, aumentam as chances de a pessoa ter osteoporose. Da mesma forma, é prejudicial associar o cigarro ao álcool, à cafeína ou à alta ingestão de alimentos com proteína.

Para tratar a osteoporose, os especialistas da Toesa recomendam:

- Pratique exercícios leves para fortalecer os músculos que sustentam os ossos frágeis
- Evite pegar peso
- Consulte seu médico para que doses certas de remédios com cálcio sejam indicados
- Consuma alimentos com cálcio como queijo, iogurte e brócolis
- Fique exposto ao sol por alguns minutos, pois é útil para a absorção da vitamina D e do cálcio

É bom lembrar que o melhor remédio para evitar a osteoporose é, desde jovem, ter  hábitos saudáveis. Pratique esportes regularmente, não exagere no consumo de álcool ou café, não fume e visite o seu médico com frequência para exames periódicos. 

terça-feira, 26 de julho de 2011

Toesa ofereceu serviços médicos para atletas e público nos Jogos Mundiais Militares

A Toesa ofereceu serviços médicos de excelência nos Jogos Mundiais Militares, que terminaram no último domingo, 23 de julho. Os atendimentos foram disponibilizados para os atletas e o público que prestigiou o evento. De acordo com o Gerente de Enfermagem da Toesa, Paulo Afonso, em relação à medicação oferecida aos atletas, a cautela é essencial: “a gente procura medicar o menos possível para não ter comprometimento com a equipe de doping”.

A estrutura de atendimento, no Engenhão, caracterizou-se pela diversificação. No campo estiveram alocados um médico, um enfermeiro e um fisioterapeuta; além de socorristas, necessários em ocorrências de caráter urgente. Segundo Paulo, eles “têm um treinamento, e estão portando uma maca, ou uma padiola, para transportar esse atleta, ou essa pessoa, que estiver necessitando de urgência no atendimento para um ponto onde ele vai receber o tratamento definitivo”.

A Toesa, nos serviços médicos com o público, contou com o auxílio do corpo de bombeiros. Em vários locais postos de saúde foram disponibilizados, mas nos pontos em que eles não estavam, havia um carro dos bombeiros de prontidão, como explica o 2º tenente Carlos Amaral: “A gente disponibilizou uma viatura chamada auto tático de emergência; ela é suprida também de uma parte médica, para atender a esse público caso ele venha a passar mal ou sofrer qualquer tipo de dano”.

Confira o vídeo:


segunda-feira, 25 de julho de 2011

Toesa informa: Brasil é campeão nos Jogos Mundiais Militares

O Brasil sagrou-se campeão geral dos Jogos Mundiais Militares 2011. A equipe desbancou a China no quadro de medalhas e terminou em primeiro, com 114 medalhas no total; sendo 45 de ouro, 33 de prata e 36 de bronze. O feito dos aletas militares serve de estímulo à delegação Olímpica que irá representar o Brasil em Londres 2012, e nas Olimpíadas do Rio em 2016.

No último dia do evento, o Brasil derrotou a Alemanha por 5 a 0 no futebol feminino. A partida foi disputada no estádio de São Januário e teve como destaque Kátia Cilene, que marcou dois gols na partida, e foi artilheira da competição ao balançar as redes 11 vezes. Mas em esportes menos tradicionais no país, os bons resultados também apareceram. O time brasileiro de pentatlo moderno feminino conquistou o ouro e a prata. No hipismo, a equipe formada pelo Capitão Vinícius Albano, Sgt. Sandro Moreno e Cel. Jefferson Sgnaollin conquistaram o ouro na modalidade salto individual do Concurso Completo de Equitação (CCE).

A Toesa, assim como a excelente delegação brasileira, contribuiu para a garantia de sucesso do evento. Os serviços de posto médico e UTI Avançada foram disponibilizados em todos os jogos, e os cursos de Suporte Avançado ao Trauma e Suporte Avançado em Tecnologia foram um sucesso. 

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Toesa oferece serviços médicos aos Jogos Mundiais Militares

O Rio de Janeiro é sede dos 5º Jogos Mundiais Militares, que teve início no dia 16 de julho, e vai rolar até 24 de julho. O Engenhão foi o palco da abertura dos jogos, e é o local onde estão sendo disputadas as competições de atletismo. No evento, participam aproximadamente 6 mil atletas e 2 mil delegados de mais de 100 países. A delegação brasileira é composta por 250 atletas.

Até o momento o Brasil já conquistou 66 medalhas, sendo 23 de ouro, 21 de prata e 22 de bronze, e ocupa o segundo lugar no quadro geral da competição. A China lidera a disputa com 69 medalhas (29 de ouro, 16 de prata e 24 de bronze).

Dentre os destaques da comitiva brasileira, até agora, estão a equipe feminina de Vela da Marinha. A tripulação formada pelas atletas Isabela Swan, Juliana Motta, Martine Grael, Renata Decnotop e Fernanda Decnotop conquistou a medalha de ouro com três regatas de antecipação. As atletas do pentatlo moderno Yane Marques, Priscila Oliveira e Larissa Lellys também conquistaram a premiação máxima. 

O time do revezamento 4x100 feminino também conquistou a medalha de ouro na competição, com o excelente desempenho de Vanda Gomes, Christiane Santos, Geisa Coutinho e Jailma Lima; assim como o atleta Diogo Silva, medalhista no taekwondo.

Se o Brasil tem Marta no futebol feminino profissional, as atletas dos Jogos Mundiais Militares não ficam para trás: ao vencer a Holanda por 5 x 0 nas semifinais, o time tem a chance de conquistar mais uma medalha de ouro para o país. 

A Toesa, além de realizar um curso de Suporte Avançado ao Trauma e Suporte Avançado em Tecnologia voltado para profissionais de saúde envolvidos no evento, está disponibilizando Posto Médico e UTI Avançada nos locais dos jogos.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Toesa alerta sobre perigos da automedicação

A automedicação é um hábito perigoso e comum entre muitas pessoas. É fácil conhecer alguém que já tomou um medicamento sem prescrição médica, seja para aliviar uma dor de cabeça, ou curar algum problema mais sério. De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria Farmacêutica (Abifarma), 20 mil pessoas morrem anualmente no Brasil em decorrência da automedicação.

Para Jaqueline Vasconcelos, enfermeira da Toesa, a automedicação é caracterizada por “utilização de qualquer fármaco decidido pelo próprio indivíduo ou até mesmo influenciado por pessoas não habilitadas, descumprimento da prescrição  (alteração do tempo ou da posologia), reutilização de receitas antigas e compartilhamento de medicamentos entre familiares”.

As pessoas que se automedicam, de modo geral, não têm a exata noção do perigo. Imaginam que tomar um simples analgésico para diminuir alguma dor não oferece riscos. As propagandas de medicamentos, por outro lado, são mais extensivas que campanhas em prol do uso responsável de remédios, ou seja, com prescrição médica.

De acordo com Jaqueline, “as pessoas se automedicam devido à cultura, fatores relacionados à economia e facilidade de compra sem a receita médica. Porém, as consequências são danosas à saúde, pois além de mascarar sintomas de doenças mais graves, este ato provoca resistência bacteriana, cascata de hipersensibilidade, sangramento digestivo, além de ser um  fator de risco para algumas neoplasias”.

No aparecimento de qualquer sintoma, o ideal a se fazer é procurar seu médico para esclarecimentos. Além de oferecer sérios riscos à saúde, a medicação sem cumprir a receita médica pode contribuir para o surgimento de outras doenças. 

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Toesa sorteia par de ingressos para show de Marina Lima

O Twitter da Toesa tem o prazer de anunciar mais uma promoção! Vamos sortear um par de ingressos com voucher de estacionamento para o show da cantora Marina Lima no Vivo Rio, dia 06 de agosto (sábado), às 22 horas. Para concorrer aos ingressos, basta seguir o nosso Twitter e dar RT no tweet da promoção até 01/08, data em que será divulgado o vencedor. 

A carioca Marina Lima iniciou a carreira no final da década de 1970. Sua canção Meu doce amor foi gravada por Gal Costa, quando ela ainda morava nos Estados Unidos. Ao voltar ao Rio de Janeiro, Marina gravou seu primeiro LP, Simples como Fogo, em 1979. Nessa época a cantora ainda assinava como Marina.

O sucesso da artista que mescla o Pop/rock com MBP é consolidado quando ela muda para a gravadora Polygram e álbuns como Fulgás (1984) Marina (1985), Todas (1985), Todas ao vivo (1986), Virgem (1987), Próxima parada (1989) e Marina Lima (1991) têm canções que estouram nas principais rádios do país.

A apresentação de Marina Lima no Vivo Rio promete ser repleta de clássicos e músicas do novo álbum, Clímax. Imperdível!

Repertório do Show:
 
1. Fullgás
2. À francesa
3. Virgem
4. Não me venha mais com amor
5. Doce de nós
6. O chamado
7. Call me
8. Me chama
9. Difícil
10. Deixe estar
11. Charme do mundo
12. A parte que me cabe
13. Pra começar
14. Desencantados
15. Veneno
16. Lex
17. In my life
18. #SPFeelings

BIS:
Pra sempre

Classificação: 16 anos.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Toesa adverte: Poluição pode afetar a saúde

Muitas pessoas estão expostas aos males da poluição, principalmente quem vive em cidade grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde, mais de 2,4 milhões de pessoas morrem anualmente por questões relacionadas à poluição do ar. 

Ao perceber o céu azul sendo encoberto pela película cinza, reforce o cuidado. Evite praticar exercícios próximos a ruas em horário de pico, quando a movimentação de carros, caminhões e ônibus é mais intensa. Nessas condições o ar possui uma concentração maior de poluentes

De acordo com Jaqueline Vasconcelos, enfermeira da Toesa, “os achados mais comuns encontrados nas pessoas devido à poluição são: tosse, dispneia, coriza, expectoração, febre, dor torácica e sibilância. Os casos mais graves incluem retardo mental, déficit de atenção e hiperatividade”.

Jaqueline acrescenta: “Malformações congênitas, morte intra-uterina, infecções das vias aéreas superiores (IVAS), asma, pneumonia, bronquite, DPOC e até mesmo o câncer podem ser provocados pela poluição atmosférica, representando certamente, um grande problema de Saúde Pública”.

Veja algumas dicas de como evitar esses problemas de saúde:

- Não jogue lixo no chão. Coloque-os sempre nos recipientes próprios;

- Evite a utilização de inseticidas;

- Sempre que possível deixe o carro em casa e utilize mais outros meios de transporte coletivo, como o metrô

- Tome bastante água em dias em que há baixa umidade do ar, com alta concentração de poluentes;

- Evite ao máximo lugares em que aja alta concentração de pessoas e a ventilação seja deficiente, principalmente durante inverno, para evitar o contágio de viroses;

- Se você tem asma, bronquite crônica ou outras doenças respiratórias alérgicas, tome regularmente as medicações prescritas e procure seu médico caso haja piora de sintomas;

- Faça limpeza doméstica em horário no qual o tráfego seja menos intenso e não deixando janelas e portas abertas em horário de pico de tráfego;

- Tenha um estilo de vida saudável, pratique regularmente algum esporte e alimente-se bem para melhorar a imunidade contra infecções respiratórias presentes principalmente no inverno, época em que a poluição do ar aumenta e indiretamente promove as infecções respiratórias.