sexta-feira, 24 de junho de 2011

Dicas de Saúde: Hemorragia

Ferimentos são muito comuns no nosso dia-a-dia. Alguns são leves, como as escoriações, e outros profundos, como as feridas. Nesses casos sempre haverá hemorragia, que é a perda de sangue. Dependendo da quantidade de sangue que sai do corpo pela ferida, isso pode levar à morte do acidentado. Iremos abordar aqui três tipos de hemorragia, que são: interna, externa e como proceder em cortes ou arranhões.



Na hemorragia interna, devemos nos atentar a alguns sinais externos, já que não podemos ver o sangramento. 

Sintomas de hemorragia interna:

- Sangramento nos ouvidos, nariz, reto ou vagina, ou vômitos ou tosse com sangue;
- Ferimentos que tenham penetrado no crânio, no peito ou abdômen;
- estremidades como mãos e dedos ficam arroxeadas pela diminuição da irrigação sanguínea;

Providências que podem ser tomadas: 

- Deite a vítima, com a cabeça num nível mais baixo que o corpo, mantendo-o o mais imóvel possível;
- Coloque uma bolsa de gelo ou compressa fria no local;
- Afrouxe as roupas, mas não lhe dê nada de beber ou comer;     
- Tranquilizar o acidentado, se ele estiver consciente;       
- Suspender a ingestão de líquido;   
- Observar rigorosamente a vítima para evitar parada cardíaca e respiratória;             
- Providenciar auxílio médico imediato.

Hemorragia externa:

Na hemorragia externa, ocorre perda de sangue devido ao rompimento de um vaso sanguíneo (veia ou artéria).

Procedimentos:

- Mantenha a vítima deitada e imóvel;
- Procure manter o local que sangra em plano mais elevado que o coração;
- Elevar e manter assim o membro atingido;
- Comprimir o local com gaze esterilizada ou pano limpo;
- Se a compressão não for suficiente para estancar a hemorragia, aplicar o torniquete;  
- Proceder como no caso de cortes e arranhões; 

Nenhum comentário:

Postar um comentário